Telefone: (51) 3254 8400

Os benefícios do exercício vão além de um corpinho bonito
Publicado em 15 de setembro de 2015

Quem malha sabe que a silhueta enxuta é só uma das conquistas do estilo de vida ativo e saudável. Fazer exercício – você escolhe qual! – mantém o bom humor, movimenta a vida social, protege a saúde e dá uma força à realização dos seus sonhos.

Os tênis de corrida estão sempre à mão quando Tiffany Maxwell decide correr pelas ruas do bairro onde mora. A sala da casa dela não tem sofás, mas espelhos e barras de apoio, como nos estúdios de dança. Sim, ela é dependente de exercícios. Não, o foco não é ficar magra ou conseguir um corpo perfeito.

Correr e dançar são a fórmula que ela encontrou para esquecer os problemas emocionais que enfrenta depois da morte do marido e da demissão do emprego. Foi correndo que ela se aproximou de Pat Solitano, um professor diagnosticado com transtorno bipolar. Juntos, os dois arrasam na rua e no salão, superam a dor e ainda iniciam uma linda história de amor. Essa é a história do filme O Lado Bom da Vida, que rendeu a Jennifer Lawrence o Oscar de melhor atriz este ano.

Detalhes fictícios à parte, em pelo menos uma coisa a arte imitou a vida: fazer exercício é uma ótima estratégia para mandar a tristeza para longe, fazer amigos e extravasar energia, entre outros (muitos) benefícios. Não é só quem dança – e corre – que os males espanta. O que não falta são modalidades para agradar quem precisa começar a se mexer, qualquer que seja o motivo.

“Na academia ou ao ar livre, o importante é achar uma atividade com que você se identifique e dê prazer”, diz Ângela Vaamonde, terapeuta especialista em neurolinguística de Niterói, no Rio de Janeiro. “Se virar mais uma entre tantas obrigações, não funciona, você desiste”, diz.

Fonte: Mdemulher/Imagem: Istock